ADAC / Noticias
13/08/2019,
Desburocratização e tabela de frete são desafios para o setor Atacadista e Distribuidor
Vice-presidente da ADAC participa de reunião do comitê de logistica da ABAD/ABRALOG 2019

A Associação de Distribuidores e Atacadistas Catarinense – ADAC foi representada pelo vice-presidente, Pablo Pereira, no 1º Encontro do Comitê Logística ABAD/ABRALOG, realizada no dia 09 de agosto em São Paulo.
O evento reuniu representantes do segmento de todo o Brasil e a palavra de ordem é a Desburocratização do setor Atacadista e Distribuidor.
Os principais pedidos do segmento são a defesa do MIP, a Lei de Distribuição, que busca segurança jurídica junto ao novo Código Comercial, a Simplificação Tributária, Lei da Representação Comercial, o chamado Simples para RCA, e o aumento do Simples que beneficie os pequenos distribuidores, que representam uma grande parcela para o segmento.
Durante o encontro, o presidente da ABRALOG, Pedro Moreira, reforçou que os objetivos da entidade, estão alinhados aos da ABAD. Para o comitê, a premissa é a simplificação, desburocratização, livre concorrência e a redução de custos para a cadeia de suprimentos. Outro interesse é promover palestras, visitas técnicas, discussão e compartilhamento de cases e parcerias entre entidades e fornecedores de conteúdo, para que todos possam ter acesso ao que acontece no segmento.
Mas a discussão principal do encontro foi o tabelamento de fretes. Os participantes tiveram acesso a um detalhado histórico de acontecimentos, como a greve dos caminhoneiros - suas consequências e desdobramentos - que resultou no estabelecimento de preços mínimos de frete, subsídios ao diesel, a sucessão de erros de governos anteriores e a inconsistência da tabela, por exemplo, a tabela sugerida tornaria a carga geral 30 a 50% mais cara que uma carga perigosa.
“Os participantes também puderam falar sobre as alternativas para a situação do transporte de carga rodoviário, os desdobramentos e consequências da greve e o que acreditamos que possa ser a saída para esse imbróglio da tabela de fretes”, relatou o vice-presidente da ADAC, Pablo Pereira.
Para Pereira, o 1º encontro deste comitê e o debate com representantes do setor de todo o Brasil, foi muito proveitoso e de alto nível. “Todos os presentes acreditam no preparo deste governo e reiteraram a confiança nas instituições, que zelam pela sustentabilidade do setor”, finaliza o vice-presidente da ADAC.


Pesquisar
Siga-nos
Fique informado,
assine nossa Newsletter.