ADAC / Noticias
29/08/2019,
DIRETORIA E LÍDERES DA ADAC PARTICIPAM DO SEMINÁRIO ABAD & FILIADAS 2019
Encontro foi realizado em São Paulo e debateu temas importantes para o setor

A Reforma Tributária foi apenas um dos temas discutidos durante o Seminário ABAD & Filiadas que aconteceu entre os dias 24 e 25 de agosto no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo. O evento reuniu presidentes, vice-presidentes, diretores executivos, líderes regionais e coordenadores das 27 filiadas estaduais da ABAD.

 

O Seminário Anual é uma oportunidade da direção da ABAD reunir representantes de todas as filiadas para avaliar a performance e estabelecer estratégias de trabalho conjunto. Durante o encontro é feita uma revisão da atuação das filiadas e a apresentação dos novos Líderes Regionais e Coordenadores. Foram apresentados os líderes Silene Perso da região Norte, Maurília Rezende da região Centro Oeste, Rosemarcia de Oliveira Costa, líder região Nordeste, Cézar Wagner Pinto, da região Sudeste e José Roberto Schmitt, diretor executivo da ADAC, como representante da região Sul.

 

 

A Associação de Distribuidores e Atacadistas Catarinense – ADAC, esteve presente com uma comitiva formada pelo presidente Valmir Muller, vice-presidente Jair Santos, diretor executivo José Roberto Schmitt, líderes regionais e associados que participaram do seminário.


Reforma Tributária é discutida

Um dos grandes desejos dos atacadistas e distribuidores brasileiros é uma Reforma Tributária justa. O assunto foi discutido no seminário pelo diretor do Centro de Cidadania Fiscal, Bernard Appy, que ministrou uma palestra sobre o tema. O economista é o autor do texto da proposta de Reforma Tributária, a PEC 45 que está em discussão na Câmara dos Deputados. Em sua fala, Appy defendeu a criação do Imposto sobre Valor Agregado, chamado de IVA, que abarca tributos sobre consumo da União, Estados e municípios.

A PEC 45, defendida pelo economista, dá autonomia para os Estados fixarem alíquotas. Os secretários da Fazenda dos Estados já manifestaram apoio a PEC, mas querem mudanças, ou seja, “querem um fundo de desenvolvimento regional e um de compensação de perdas. Querem que o IBS (nome do imposto único) tenha três alíquotas, em vez de uma, e tratamento diferenciado para a Zona Franca de Manaus. Querem ainda que a União não participe do comitê gestor do imposto e querem substituir o ICMS por um IVA moderno com uma base ampla e tributação no destino”, esclarece Appy.
O texto da PEC 45 ainda está em discussão e precisa ser debatido, já que o Governo Federal tem outra proposta para a Reforma Tributária e por isso o tema ainda deve ser amplamente discutido para que se chegue a proposta que seja mais vantajosa para todos.

Agenda Política – pleitos prioritários ABAD

O sábado de atividades começou com os participantes do Seminário participando do Painel sobre a Agenda Política, que abordou os pleitos prioritários da ABAD e suas filiadas, como: PL Distribuidor, Enquadramento da Atividade de RCA no Simples e Exclusão de Adicional pelo Uso de Motocicleta como Meio de Transporte, Marco Regulatório de Transportes e Cargas Perigosas, MIP – Medicamentos Isentos de Prescrição e ICMS, Simplificação e/ou Reforma Tributária. Todos os temas foram amplamente apresentados por líderes da ABAD e debatidos juntamente com os participantes.

Outro tema apresentado no evento foi o Painel sobre a Comunicação no segmento. A ABAD quer cada vez mais atuar com a comunicação integrada entre as filiadas, para divulgar as boas práticas que são realizadas nos estados e que podem ser copiadas pelas outras associações.
Junto ao painel da comunicação foi apresentado o resultado do Anuário ABAD 2019 que traz importantes informações do Panorama do Setor e está disponível no site www.abad.com.br para download, acessível a todos os associados. Outra inovação, é a Revista Distribuição que agora pode ser acompanhada na versão digital. Ambos os materiais estão no link “comunicação” do portal ABAD.
As principais parcerias da Central de Negócios ABAD também foram apresentadas aos presentes, como a utilização da base de dados gerenciada pela GS1 Brasil que garante acesso de graça aos associados. A importância do controle de inventários também foi apresentada para que os atacadistas e distribuidores possam implantar nas suas empresas, entre outras parcerias que vão gerar benefícios para os associados do segmento atacadista e distribuidor.

ADAC propõe melhorias entre ABAD e filiadas

Ao fim do Seminário, os participantes tiveram um momento de diálogo livre. Durante o círculo de discussões, o diretor executivo da ADAC, José Roberto Schmitt manifestou algumas preocupações e propôs melhorias conjuntas, como: melhorias na comunicação para sincronizar informações entre a ABAD e suas 27 filiadas, melhoria na gestão das parcerias, para ampliar conhecimento das filiadas e associados aos benefícios que a entidade nacional oferece, a possibilidade de ampliar o uso de ERP, para melhor gestão da filiada. A ADAC disponibilizou, para as demais filiadas, a possibilidade de utilização do ERP, que é desenvolvido pela ADAC para a gestão de seus associados.
Outro ponto destacado pelo diretor executivo, foi quanto a criação de novas formas de receita, Schmitt citou como exemplo, o recém implantado aluguel de endereço fiscal, que possibilita uma receita extra para a ADAC. Destacou também a possibilidade de criar o CRM para melhor gestão da captação e manutenção do quadro associativo. Na ADAC o número de associados cresce a cada mês.
José Roberto citou ainda a necessidade de melhorar a pró atividade das filiadas juntos aos representantes políticos, “atualmente costumamos buscar auxílio quando existe ameaça de perda de competitividade por conta de algum ato das Secretarias de Fazenda e Governos Estaduais, mas precisamos manter essa prática durante o ano”, afirma o executivo.
O Planejamento Estratégico das filiadas também é muito importante, Schmitt deu a ideia de que todas as unidades utilizem ferramentas para planejamento e medição de suas atividades, como o Canvas, que é utilizado pela ADAC.
Outro ponto que merece destaque é a importância das filiadas estarem presentes em atividades sociais. A ADAC apoia o Bairro da Juventude, através de doações de equipamentos que a instituição necessita. Em troca, a instituição retribui com belíssimas apresentações musicais em eventos promovidos pela associação.
O presidente da ADAC Valmir Muller, também falou sobre os exemplos de trabalho que são realizados em Santa Catarina. Muller destacou a criação da primeira Viagem Técnica Internacional – VTI, que será a NRF-2020, voltada ao segmento atacado e distribuidor, que será realizada com visitas dirigidas ao setor. O fato atraiu bastante interesse dos participantes do Seminário e deve possibilitar a ida de número satisfatório de atacadistas e distribuidores ao evento que se realizado em New York, em janeiro do próximo ano.

Muller também convidou os participantes a prestigiarem o 8º Encontro Regional Sul Brasileiro que vai ser realizado em Bombinhas, Santa Catarina, no mês de novembro e é organizado pela ADAC.



Pesquisar
Siga-nos
Fique informado,
assine nossa Newsletter.